quinta-feira, julho 20

Será isto o tal "liberalismo de esquerda"?

A propósito da notícia trazida até nós pelo camarada ap:

Estes liberais da economia e dos costumes (MLS) demarcam-se explicitamente dos liberais de direita. É isto o tal "liberalismo de esquerda" que alguns comparsas andam a buscar por entre a bruma? As fronteiras entre estes liberais e a social-democracia estão a tornar-se muito difusas.
Eis algumas das suas posições, tiradas numa olhada rápida ao site: defendem o casamento de homossexuais, o aborto até às 12 semanas (creio que a proposta do PS só vai até às 10), a livre concorrência entre aeroportos, a flexibilização dos despedimentos a par do aumento da protecção no desemprego (flexicurity?), são contra as patentes de software, parecem amigos dos LGBT e ecologistas. No blogue dei com uma curiosa interpretação da guerra no Líbano: condenam Israel por destruir economicamente um país cheio de gente "muito apta a fazer dinheiro", que estava na via luminosa do liberalismo e ameaçaria desviar "investimentos e mercados da economia israelita".
Esta estirpe tem os seus adeptos na Europa, e já tardava por cá. Na Inglaterra é o terceiro partido, os Liberal Democrats, e o Blairismo foi a tal ponto que já são vistos como o partido mais à esquerda. O exemplo mais extravagante serão os Radicali Italiani, que se notabilizaram com uma "agenda fracturante" associada entre nós ao BE. Destes, recordo-me de uma descrição desconcertada por uma amiga no Parlamento Europeu, onde faziam questão de fumar brocas. A freakalhada não é exclusivo dos esquerdistas...
Uma olhada pelas suas carinhas yuppies dá-nos um retrato eloquente da nossa burguesia intermédia destes tempos: empresários, gestores, gente do marketing, designers, engenheiros civis, informáticos. Entender este código genético, isso é que dava uma bela tese de sociologia política.
A minha interpretação de esquerda vai bem com o liberalismo de costumes mas, por tolerante que seja, não consegue tolerar o liberalismo económico. Em todo o caso, são mais suportáveis que aquela corja de atlantistas que andava a reclamar o monopólio do liberalismo, e que não deve estar a apreciar a intromissão.

2 Comments:

Anonymous MLS said...

No blog a Política Editorial diz que:
"Este é um espaço de liberdade de expressão, destinado a todos aqueles que concordem com a nossa declaração de princípios. Devido a este facto, as opiniões aqui expressas são pessoais e não representam a posição oficial do MLS. Todas as tomadas de posição do MLS, são colocadas na página principal do nosso site.

Qualquer visitante pode colocar comentários no blogue, incluindo não membros do MLS. Como tal, obviamente, os comentários existentes geralmente, pouco ou nada têm a ver com as políticas defendidas pelo Movimento Liberal Social."


Portanto, o que está no Blog não deve ser confundico com as posições assumidas pelo MLS.
(www.Liberal-Social.org)

7/20/2006 09:03:00 da manhã  
Blogger Nelson Fraga said...

foda-se!!! que sabia que a nossa quase-Instituição era frequentada por algumas pessoas pouco recomendáveis já tod@s sabiamos... agora também est@s menin@s nos lêem???
ainda BEm que estuou no meio do Atlântico...

7/21/2006 12:33:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home