terça-feira, julho 18

Contra nota editorial...

Censura é que não... existem meios de apagar comentarios logo o uso do lapis azul é completamente desproporcionado e condenavel... sendo assim... volto a colocar o post da autoria do gaminha.

Sionistas ao serviço da destruição!

O líder do Hezbollah, xeque Hassan Nasrallah, declarou ?guerra aberta? a Israel em um telefonema ao vivo transmitido pela TV Al-Manar, emissora que pertence ao grupo xiita e que tem bastante influência no Líbano. Um ataque feito por caças-bombardeiros destruiu o bairro de Ghoraieb, no subúrbio de Beirute, atingindo a sede do Hezbollah, onde se encontrava Nasrallah, mas ele não ficou ferido. Além da sede, os ataques aéreos atingiram também a central elétrica de Yieh. Somente nos últimos dois dias, o Exército sionista já matou mais de 60 pessoas e continua com o bloqueio aéreo e marítimo. O Hezbollah, por sua vez, continua lançando foguetes contra o norte de Israel e anunciou que tem capacidade para jogar mísseis até em Tel Aviv. Um avião sem piloto e carregado de explosivos chegou a atingir um dos navios de guerra sionista que estão posicionados próximos aos portos do Líbano. Pelo menos quatro marinheiros estão desaparecidos segundo informações dadas para TV Al-Jazeera, do Catar. O Exército sionista havia informado pela primeira vez que o navio tinha sofrido apenas ?danos leves?, mas depois confirmou que se tratava de um ataque pesado e o navio retornou para Israel em chamas. Vários outros pontos também foram atacados, como a estrada que liga ao aeroporto internacional Rafik Haririe a cidade de Hermel, localizada ao Leste do Líbano. Vários campos, casas e lojas foram destruídos. No domingo, militantes do Hezbollah fizeram um novo lançamento contra alvos sionistas, desta vez matando oito pessoas na cidade de Haifa. Em relação a este ataque, o primeiro-ministro sionista, Ehud Olmert, declarou que a resposta terá ?conseqüências importantes?. O Exército ordenou que todos os residentes que vivem no Sul do Líbano abandonem suas casas. "Todas as posições usadas para o lançamento de mísseis vão ser atacadas, mesmo que sejam em áreas residenciais", informou um militar (BBC Brasil, 16/7/2006). Os ataques de Israel tiveram inicio no momento em que realizava uma ofensiva contra a Faixa de Gaza devido ao seqüestro de um soldado. O motivo da operação militar no Líbano não é diferente: três soldados israelenses também foram sequestrados por militantes. A acção revelou ser um acto de solidariedade aos palestinos para reivindicarem juntos a libertação de vários presos que estão detidos em Israel. O povo palestino e o povo libanês estão sendo massacrados pela ditadura sionista e pró-imperialista, sendo que Israel conta com todo o respaldo do imperialismo norte-americano.


2 Comments:

Anonymous xico desconstruído said...

Como foram os comentários a este post? Será que perdi mais um momento brilhante da vida deste blogue? Oh Gaminha, mas qual é o problema das pessoas dizerem a sua opinião por mais parva, injusta e infundamentada que seja? Não sejas castrador, as liberdades de cada um têm de ser garantidas acima de tudo!

7/18/2006 11:01:00 da manhã  
Anonymous Xico reconstruido said...

Castrador, castrador são os apologistas do liberalismo. tipo o diogo.

7/18/2006 10:33:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home