terça-feira, julho 18

Nota da Facção Oculta Editorial

Venho por este meio solicitar aos membros do conselho editorial - que reune um menor número de vezes que o número de incursões isrealitas no Libano - responsáveis pelas alterações aos textos publicados recentemente no blog, uma explicação mais clara sobre o que aconteceu e, evidentemente, sobre a aparente incapacidade de avisar os restantes membros do referido conselho para a necessária discussão interna prévia à tomada de decisões dessa natureza.

( quero ver o comentário! para poder comentar, naturalmente)

2 Comments:

Blogger AP said...

Nota do webmaster/administrador/chefe:

Mas quem é que manda?! Hun?!
Eu #&$"%"#$ a todos!!!!

ihihih.

P.S.: Pede-se encarecidamente aos elementos editores da casa que, ao escrever post's, não pressionem arbitrariamente as teclas do computador. Tem esta advertência como objectivo zelar pelo aspecto gramatical e semântico no «estaminé». Obrigado.

7/18/2006 06:27:00 da tarde  
Blogger Boris Shroeder said...

Caro Colega:
O que a agência Musa viu e publicou naquele post que foi apagado com 6 comments foi o seguinte:

"""
Foi visto a reunir, e protanto em negociações, B. Gaminha - representante do Brasil para o tratado de paz no médio oriente - no estado de israel...

Mark Sroeder
Musa, Tel Aviv
"""

mais ou menos assim mas com um paleio típico de uma tarde bastante inspirada.
tenho de condenar a atitude menos cautelosa do "poster", que pode perder o seu anterior direito, de anular a sua propria edição. deixo esta discussão para outro post..

Mark S.

7/18/2006 11:56:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home